Profissão Químico

A QuÍmica

A Química é a Ciência que estuda como as diferenças microscópicas da estrutura da matéria afetam suas características macroscópicas. Em nível atômico, a Química se confunde um pouco com a Física, de modo que a Química se dedica mais aos estudos da nuvem eletrônica (onde estão os elétrons), enquanto a Física se dedica mais ao estudo do núcleo - onde estão prótons, nêutrons e suas sub partículas. 


A Química, junto com a Matemática e Física, é uma Ciência de fronteira dentro das Ciências Exatas. Isso significa que seus avanços são base de avanço para outras ciências, como a Geologia, Biologia, Medicina, dentre outras. Quase a totalidade, senão a totalidade, da produção da indústria moderna se baseia nos conhecimentos oriundos da Química: remédios, plásticos, combustíveis, alimentos, moradia, informática, etc. 

A Química permite grande parte do conforto que a sociedade moderna ostenta.

A ProfissÃo

 

O Químico tem um amplo espectro de atuação, desde as descobertas no laboratório, passando pelo apoio às atividades de setores como o farmacêutico e o de alimentos, até produtos acabados de venda direta ao público como combustíveis, plásticos e produtos de beleza. Com tantas oportunidades de inserção profissional, houve a necessidade de especializar a profissão. Além dos cursos superiores em Química, há ainda a possibilidade de realizar cursos Técnicos. A área de Química exige conhecimentos adicionais de matemática, física e informática para todos os níveis.



Diante disso, o Conselho Federal de Química dispõe sobre as responsabilidades e atribuições dos profissionais e indústrias. As Resoluções Normativas são regras sobre o funcionamento geral do sistema que legislam sobre profissionais e empresas. A Resolução Normativa nº36, de 25/04/1974, dispõe sobre as atribuições do Bacharel, Bacharel Tecnológico (Químico Industrial), Engenheiro e Técnico (à época ainda não existia o curso de Química com Atribuições Tecnológicas, mas as atribuições são equivalentes ao Químico Industrial). As Resoluções Normativas nº167 e nº194 fazem pequenos acertos à original de 1974.



São modalidades de profissionais de Química:


01 - Direção, supervisão, programação, coordenação, orientação e responsabilidade técnica no âmbito das atribuições respectivas.
02 - Assistência, assessoria, consultoria, elaboração de orçamentos, divulgação e comercialização, no âmbito das atribuições respectivas.
03 - Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento e serviços técnicos; elaboração de pareceres, laudos e atestados, no âmbito das atribuições respectivas.
04 - Exercício do magistério, respeitada a legislação específica.
05 - Desempenho de cargos e funções técnicas no âmbito das atribuições respectivas.
06 - Ensaios e pesquisas em geral. Pesquisa e desenvolvimento de métodos e produtos.
07 - Análise química e físico-química, químico-biológica, bromatológica, toxicológica e legal, padronização e controle de qualidade.
08 - Produção, tratamentos prévios e complementares de produtos e resíduos.
09 - Operação e manutenção de equipamentos e instalações; execução de trabalhos técnicos.
10 - Condução e controle de operações e processos industriais, de trabalhos técnicos, reparos e manutenção.
11 - Pesquisa e desenvolvimento de operações e processos industriais.
12 - Estudo, elaboração e execução de projetos de processamento.
13 - Estudo de viabilidade técnica e técnico-econômica no âmbito das atribuições respectivas.
14 - Estudo, planejamento, projeto e especificações de equipamentos e instalações industriais.
15 - Execução, fiscalização de montagem e instalação de equipamento.
16 - Condução de equipe de instalação, montagem, reparo e manutenção.

 

Nível Médio - Técnico em Química

 

O curso tem duração média de 6 semestres para cursos integrais e 8 semestres para os integrados concomitantes com o Ensino Médio. A duração do pós-médio é de cerca de 3 semestres. Possui 5 atribuições (nº 5, 6, 7, 8 e 9) mas, se atuar em empresa de pequeno porte, pode acumular mais 2 atribuições (nº 1 e 10 - Resolução Normativa nº11 de 20/10/1959).


Química Industrial - Atua principalmente em laboratório, realizando análises de rotina e de qualidade, coletando amostras, aplicando e desenvolvendo métodos, operando equipamentos de laboratório e cuidando de seu funcionamento geral em conformidade com a legislação vigente e as boas práticas de segurança e meio ambiente. Pode atuar também na manutenção de equipamentos, com pesquisa e desenvolvimento, comercialização de produtos e serviços e com consultoria técnica. Apesar de estar plenamente apto ao trabalho em laboratório, possui especialização na área industrial, podendo atuar em linhas de produção, análises de insumos e materiais acabados industriais, indústria petrolífera, indústria petroquímica, dentre outros. É o curso técnico de Química mais abrangente.

 

Química - Possui ementa semelhante ao de Química Industrial, sendo talvez menos dedicado ao estudo da Indústria e mais ao estudo prático da Química. Apesar dessa pequena diferença a inserção no mercado de trabalho não costuma sofrer prejuízo. 

 

Química com Ênfase em Meio Ambiente - O técnico em Controle Ambiental, como comumente é chamado, estuda a Química aplicada ao monitoramento e tratamento físico-químico de efluentes, com grande foco para a área de microbiologia e tratamento biológico destes. Além de estudar as normas ambientais e sua correta aplicação, pode atuar junto a processos de gestão ambiental e na mitigação de impactos ambientais por consequência de atividades em Química. 

 

Química com Ênfase em Petróleo - O técnico em Petróleo e Gás fornece as bases para atuação do profissional no controle de plantas industriais através de sala de controle ou de atuação direta, planejamento e controle de produção, exploração e logística de petróleo e derivados, amostragem e análises de laboratório. Pode atuar na exploração marítima de petróleo, realizando suas funções embarcado.

 

Química com Ênfase em Plásticos - O técnico em Plásticos tem forte foco na cadeia Petroquímica, desde os insumos químicos, sua transformação em diversos polímeros e suas aplicações, assim como as transformações mecânicas para gerar produtos acabados. O curso fornece as bases para atuação do profissional no controle de plantas industriais através de sala de controle ou de atuação direta, planejamento e controle de produção, podendo ainda atuar na pesquisa e desenvolvimento em Petroquímica.

 

Química com Ênfase em Alimentos - O técnico em Alimentos atua principalmente no controle de qualidade e no processamento de alimentos, na produção ou em pesquisa. Compreende os processos químicos que são envolvidos na industrialização de alimentos assim como dos aditivos, sendo capaz de analisar teores de carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, etc. Tem grande foco em Microbiologia, seja para aplicação de técnicas fermentativas na produção de alimentos ou no controle sanitário dos alimentos. São capazes de aplicar a Legislação de Alimentos e a Gestão de Qualidade para garantir alimentos seguros.

 

Química com Ênfase em Farmácia - O curso técnico em Farmácia tem foco em atividades ligadas à área farmacêutica. O profissional é capaz de atuar em farmácias de manipulação, homeopática ou hospitalar; indústrias de cosméticos e/ou farmacêutica; com pesquisa de laboratório ou no controle de qualidade farmacêutico. Está habilitado para realizar operações de manipulação de medicamentos e cosméticos, atuando no desenvolvimento de produtos e no controle de qualidade.

 

Nível Superior - Química

 

Tem duração média de 8 a 10 períodos. Todos os cursos listados exigem conhecimentos e muito estudo de matemática e física. Os cursos de Bacharel Tecnológico, Engenharia e Industrial tem foco maior nessas áreas, onde a Engenharia se destaca pela maior aplicabilidade desses conhecimentos. A licenciatura possui carga menor dessas matérias em benefício de matérias humanas da parte de didática e afins.


Bacharel Tecnológico - É o profissional habilitado para o laboratório por excelência, com o acréscimo de matérias que facilitam sua atuação na indústria. Pode atuar em pesquisa e desenvolvimento, análises, controle de qualidade, vendas, manutenção de equipamentos, gerenciamento de produção, logística, atuar como consultor, entre outros. Possui 13 atribuições junto ao CFQ (nº1 a 13).

 

Bacharel - Tem grade muito próxima a de Bacharel Tecnológico - eventualmente podendo conter carga teórica e prática ligeiramente inferior. Não possui as matérias industriais, de modo que isso acaba por limitar seu campo de atuação mais ao laboratório e todas as atribuições compatíveis. Possui 7 atribuições junto ao CFQ (nº1 a 7).

 

Licenciado - É o profissional da Química habilitado a lecionar ao Ensino Fundamental e Médio. Possui grade parecida a de Bacharel, com o acréscimo das matérias voltadas à educação. Apesar de poder atuar em laboratório geralmente é uma atuação limitada, restringindo-se em grande parte aos laboratórios escolares. A demanda por bons professores de Química e a relativa baixa oferta mantém o mercado aquecido. Possui 7 atribuições junto ao CFQ (nº1 a 7).

 

Engenheiro - O Engenheiro Químico é um engenheiro com ênfase em indústria química. É plenamente capaz de realizar projetos de reatores, reações e conversões em grande escala, assim como em escala piloto. O curso não costuma oferecer muitas matérias práticas em Química de modo que, mesmo possuindo a atribuição para trabalhar em laboratório, raramente terá a mesma desenvoltura que um Bacharel. Por isso é importante para o profissional que deseja trabalhar em laboratório realizar Iniciação Científica e Estágios para diminuir essas deficiências. Possui uma série de Engenharias correlatas que possuem o ciclo básico muito parecido, senão idêntico: de Alimentos, de Petróleo e Gás e de Materiais. Possui as 16 atribuições junto ao CFQ.

 

Industrial - Possui muitas matérias em comum com a Engenharia, principalmente as relacionadas aos fenômenos de interesse industrial, como fenômenos térmicos e de escoamento, mas mantém foco pouco maior na Química. Pode atuar tanto em laboratórios quanto em indústrias, apesar de não possuir todas as atribuições da Engenharia. Possui 13 atribuições junto ao CFQ (nº1 a 13).



Pós graduação lato Sensu - Especialização

 

São cursos de especialização que não conferem propriamente um título ao concluinte. É um curso especializado e costuma exigir uma Monografia, com ou sem apresentação, para obtenção do Certificado. Tem maior apelo na área de Educação em Química.

 

Pós graduação stricto Sensu - Mestrado

 

O título de Mestre em Química pode ser obtido se, após aprovação em processo seletivo, conclusão dos créditos requeridos e após pelo menos 4 períodos, o profissional cursar as matérias e defender seu projeto de pesquisa à uma banca examinadora. O título, além de garantir vantagens em Prova de Títulos (frente a exclusivamente graduados) em concursos públicos, possibilita lecionar em escolas técnicas e faculdades.

 

Pós graduação stricto Sensu - Doutorado


O título de Doutor em Química pode ser obtido se, após aprovação em processo seletivo, conclusão dos créditos requeridos e após pelo menos 8 períodos, o profissional cursar as matérias e defender seu projeto de pesquisa à uma banca examinadora. O título, além de garantir vantagens em Prova de Títulos em concursos públicos, possibilita lecionar em escolas técnicas e faculdades. Algumas Universidades estão abandonando a obrigatoriedade do Mestrado para se candidatar ao Doutorado. Muitas das melhores Universidades exigem no mínimo o título de Doutor para integrar suas equipes de docência e pesquisa.